Inconsequente.

22:41


Eis a melhor parte de mim. Aquela que não liga pras coisas, pras pessoas e as vezes pra si mesmo. É assim que melhor aproveito a vida. Vivendo. Sem a interferência de nada ou ninguém. Ainda que possa ser irresponsável, não há maneira melhor de me encontrar em essência. Porém, esse é o meu estágio mais difícil de chegar...

Insegura. De todos os meus "eus", o pior. Não pela gravidade, mas pela quantidade. Se insegurança fosse sobre nome, com certeza faria parte desta família. Desde sempre fui assim. Sempre e pra sempre. Faz parte de mim, não é algo que mude, ou acabe. Ainda que a vida, tenha tentado o contrário. Tenha tentado me mudar, me converter. Mas foi uma tentativa inútil, sem sucessos.

Anda. Vá em frente. prove para o mundo que é capaz!

Uma voz insiste em me dizer, certas coisas que sei que deveria fazer. Atitudes não tomadas, erros cometidos, esperanças construídas. Tudo graças a falta de coragem que habita em meu ser. Mentira! Tudo não passa de uma doce e simples mentira. A vida é uma ilusão, os sonhos são desculpa de quem ainda acredita que tudo é capaz.

Mas, se for verdade? Se a enganada da história for essa menina que acha que já passou por "muita coisa" na vida? Se cada passo realmente depender somente da vontade de concretizá-lo? Se a vida realmente guardar o que tem de melhor pra gente? Se trocarmos o "se" por atitudes? Se desconsiderássemos tudo que nos prejudica ou faz mal? Talvez viveríamos melhor. Ou talvez - simplesmente - viveríamos...


Talvez você goste de:

0 comentários

Blog on Pinterest