Como eu era antes de você + comentários sobre o filme

21:36

*fotos retiradas da internet*
Oioi gente, tudo certo?
As férias finalmente chegaram e esse semestre foi um dos mais puxados do curso - sem dúvida, mas também foi um dos mais proveitosos e me saí muito bem. \o/
O post de hoje é um pouco diferente dos demais, pois pela primeira vez vim falar de um filme e expressar minhas opiniões sobre ele.
Devo dizer primeiramente que esse tipo de filme - fofo/romântico - realmente não faz parte dos filmes que vejo e quando leio um livro com uma história assim, raramente vejo o filme. Mas dessa vez foi diferente: não li o livro mas quando me deparei com a história fiquei super interessada além do fato da Emilia Clarke (nossa queria Daenerys, a mais jovem e mais bela que vai roubar o trono da Cersei SIM) estrelar o filme.

ESSE POST CONTÉM SPOILERS!

O Will é uma pessoa extremamente amargurada e por isso excessivamente chata com todos que o cercam. É muito aceitável eu diria, já que ele perdeu o que pra ele o fazia vivo. Durante o filme mostra o quanto sua vida era aventureira e cheia de luxos até o momento do acidente que o deixou sem os movimentos das pernas e praticamente total dos braços. Já Louisa é uma jovem de origem simples, poucas ambições, muito atrapalhada (me identifiquei super), tem os melhores looks e que precisa trabalhar para ajudar em casa. Assim ela começa a trabalhar para os pais de Will como cuidadora dele com uma única missão: fazê-lo feliz.


Daí é previsível que seria difícil pra ela, mas que ela não largaria o emprego pois  precisava disso. E após uma pequena jogada de verdades na cara de Will, ele começa a ceder e aos poucos eles vão se entendendo e criando vínculos. Suas conversas sempre tinham comentários dele sobre as roupas dela ou ela o zoando por "gentileza extrema". Até que Lou descobre que ele tinha prometido apenas mais seis meses de sua vida ao seus pais e logo após esse prazo ele iria para a Suíça e terminaria com aquele sofrimento.


Depois disso ela faz de tudo para que ele se sinta feliz e tente desistir dessa ideia e quanto mais tempo ia passando, mais forte ficava a relação dos dois. Até que em uma viagem paradisíaca eles se declaram um pro outro (aí você pensa: aí siim seus lindos, vão se amar e serem felizes) mas aí Will conta que ao voltar de viagem ele iria para a Suíça dar fim naquela vida que ele não julgava mais a pena. Lou fica indignada e muito triste pois vê que nada o faria mudar de ideia. Por fim, o desejo de Will se concretiza e essa cena em particular é extremamente triste e Lou, junto com os pais dele estão lá em seus últimos minutos. O filme termina na França (especificamente do local preferido dele) com Louisa lendo a carta/testamento deixada por ele, pedindo que não ficasse triste ao lembrar dele e que fosse ela mesmo sempre.


Esse é um fim que pra falar a verdade me surpreendeu, podia jurar até o meio do filme que ele morreria de alguma infecção ou algo do tipo e é extremamente polêmico já que é uma forma de suicídio e querendo ou não acabou sendo aceita por todos. Eu particularmente tenho muito problema em "aceitar mortes" e esse tipo de coisa mexe comigo de um jeito muito ruim (por exemplo, quando li "Quem é você Alasca?" torci pra acabar logo porque não aguentava mais ler - pois é) e essa do Will me fez repensar nessa coisa de realmente querer viver, se mais alguém tem direito ou não de escolher isso por nós. Por exemplo, quando ambos se declaram na praia ele diz como era difícil desejar aquela mulher e simplesmente não poder fazer nada - coisa que ninguém que não esteja na situação dele possa imaginar. Fora que o amor que ele desperta nela é extremamente puro e eu gostaria muito de saber como esse sentimento fica nela na continuação da história - se você já leu "Depois de Você", me conta aí.
Bom, é isso... falei bastante, o filme é excelente e realmente deixa essa questão no ar. E aí, o que achou? Não deixe de comentar! Beijoo e fiquem com esse sorrisão lindo...



Nos acompanhe nas redes sociais: Facebook | Youtube | Instagram | Instagram

Talvez você goste de:

5 comentários

  1. Não li o livro nem vi o filme (ainda). Porque quando é filme de livro eu sempre quero ler antes de ver, mas acho que não vai dar tempo, porque depois da resenha eu quero MUITO ver! uhehuehuehuehue

    Meninices da Vida

    ResponderExcluir
  2. Não li o post a partir dá parte que diz que contém spoilers, porque eu quero MUITO ver esse filme, MUITO, aí fiquei 150 anos olhando pro sorriso do individuo do gif aisuhaisuhaiushaiuhsiuahsiuahs

    Peixinhos, Gabbe!
    Talo de Maçã

    ResponderExcluir
  3. Eu sou muito fraquinha pra filmes de romance assim, eu ainda não assisti porque não quero me debulhar em lágrimas, acredita? Hhaha, mas eu adorei o contexto do filme, a ideia dele fugir de um final feliz tradicional é o que me da mais vontade de assisti-lo.

    http://www.leitecombiscoitos.com/

    ResponderExcluir
  4. Então Lud, eu assisti o filme e eu gostaria de dar a minha humilde opinião sobre o assunto haha.

    A escritora fez um paralelo interessante, e que com certeza fez e ainda fará muita gente pensar no assunto, e até transferindo a situação para a própria vida "se fosse comigo, o que eu faria?", "será que ele foi mesmo egoísta?", "será que o amor por ela, o amor da família dele, não o faria ser mais forte? Não o faria tentar?"

    E eu compartilhei do mesmo pensamento que você, até o final eu imaginei de tudo menos isso haha, e sinceramente o filme não superou/não atingiu as minhas expectativas... a Lou é uma personagem linda, carismática e que merece toda a atenção do livro/filme.

    A esperteza da autora fica mesmo na controvérsia que ela criou. Vale a pena assistir - sim, tenho essa opinião mesmo não gostando muito do final haha. E eu o classifico como um bom filme - nada como "Um Amor para Recordar", mas é bom.

    Beijos, amei sua postagem!

    Blog Senhorita Deise

    Instagram

    ResponderExcluir
  5. Ownnn... tô doida para ver o filme!
    Parece ser bem lindinho!

    ResponderExcluir

Blog on Pinterest